Skip directly to content

Bem-vindo ao Clube do Setinha

Histórico

O personagem “Setinha”é um boneco com formato de uma placa de regulamentação que foi criado em 1992, com objetivo de despertar nas crianças conceitos de segurança e cidadania no trânsito. Já em 2009 o “Setinha” voltou a fazer parte de ações educativas de trânsito e com uma novidade, agora ele tem o seu próprio clube, “Clube do Setinha”, que tem como missão fazer com que o público infanto juvenil desde já desenvolva uma nova atitude no trânsito, por meio de comportamentos seguros, responsáveis e solidários nas vias públicas. O “Clube do Setinha” é levado em eventos diversos de acordo com cronograma feito pela Divisão de Educação para o Trânsito da Agetran. Para fazer parte do clube, a criança deverá participar de uma atividade educativa de trânsito deste, e em seguida receberá um certificado, um cartão, camiseta, boné ou brindes. Para que esta educação de trânsito seja continuada, a Agetran disponibiliza ao integrante do “Clube do Setinha” o site, e-mail e o jornal mensal (que receberá em casa).

Cartão

O cartão (card) do “Clube do Setinha” será entregue a criança ou jovem após participarem de uma atividade educativa de trânsito oferecida pela Agetran, em eventos públicos diversos. Após a participação na atividade educativa, a criança fará um cadastro com seus dados pessoais e foto digital ( tirada na hora) que serão colocadas no seu cartão de associado do “ Clube do Setinha”. Com o cartão de integrante do clube, a criança terá descontos em várias lojas e empresas que também são filiadas, estas informações estão em um folder que a criança também receberá.

Eventos

Sábado 15/08 - 13h00 às 17h00
Clube do Setinha – Escola Ernesto Garcia – Ação Social
 

Segunda-Feira 17/08 - 8h00
Clube do Setinha – E. M. Manoel Inácio
 

Sexta-Feira 21/08 - 8h30min
Clube do Setinha – E. M. Harry Amorim Costa
 

Segunda-Feira 24/08 - 9h00
Clube do Setinha – FUNLEC - 13 de Maio
 

Quinta-Feira 27/08 - 14h00
Clube do Setinha – E. E. Amando de Oliveira
 

Sexta-Feira 28/08 - 9h00
Clube do Setinha – E. M. Licurvo

Para os Pais

Transporte de Crianças

Transportar crianças com segurança é lei Crianças precisam ser transportadas com os dispositivos adequados, que devem ser utilizados sempre no banco traseiro. Verifique a forma correta de instalação e esteja atento ao selo de certificação do equipamento.

Saiba qual equipamento de segurança usar na hora de transportar a criança Fiscalização a partir de setembro/2010 Da maternidade a 1 ano Bebê-conforto no banco de trás, no sentido contrário do motorista. Desde a saída da maternidade até completar um ano, a criança deve ser colocada no dispositivo chamado bebê-conforto durante o transporte de carro, mesmo que seja apenas até a esquina. Mesmo em curtas distâncias não se pode deixar de proteger os pequenos. Lembre-se de observar, além da idade, o peso e altura indicados nas instruções contidas no manual de equipamentos.

O bebê-conforto deve ser colocado no banco de trás, voltado para o vidro traseiro e de costas para o sentido do trânsito. O equipamento deve ficar levemente inclinado formando um ângulo de 45° aproximadamente, deixando a cabeça, o pescoço e a coluna do bebê alinhados. Em caso de colisão, o bebê-conforto instalado corretamente funcionará como uma concha protetora que irá absorver a força do impacto. De 1 a 4 anos Cadeirinha no banco de trás. Ao completar 1 ano a criança já pode passar para a cadeirinha, como é chamado o dispositivo de retenção indicado para crianças entre 1 e 4 anos de idade. Além da idade, você também deve verificar o peso e a altura indicados nas instruções do manual da cadeirinha.

A cadeirinha deve ser colocada no banco de trás, voltada para frente. Certifique-se que o dispositivo está instalado corretamente de acordo com as instruções de seu manual. O cinto da cadeirinha deve passar pelos ombros e quadril da criança. O cinto nunca deve ficar sobre partes mais frágeis, como barriga e pescoço. De 4 a 7 anos e meio Assento de elevação no banco de trás. Crianças com quatro anos de idade devem andar no banco de trás do carro usando o assento de elevação (boosters). É importante verificar se a criança, além da idade, está de acordo com a altura e o peso indicados no manual do equipamento. Nesta idade, o cinto de segurança de três pontos do carro já pode ser usado passando pelo peito e coxa da criança. Nunca deixe que a criança deite esticando o cinto ou passe por debaixo do braço ou pelo pescoço. O cinto de segurança só é seguro quando usado de forma correta. De 7 anos e meio a 10 anos Cinto de segurança no banco de trás. A partir de 7 anos e meio de idade, a criança não precisa mais do assento de elevação. Ela deve utilizar apenas o cinto de segurança, mas ainda no deve ser levada no banco de trás. Além da idade, é necessário verificar o peso, altura e a idade indicados no manual de instruções do veículo para o uso do cinto de segurança. Certifique-se que a criança está usando o cinto de forma adequada, passando pelo peito (faixa transvessal) e coxas (faixa abdominal). Somente crianças maiores de 10 anos de idade podem ser transportadas no banco dianteiro.

Alguns veículos não possuem banco traseiro. Excepcionalmente, e só nestes casos, você poderá transportar crianças menores de 10 anos no banco dianteiro, utilizando o cinto de segurança. De acordo com a idade, elas deverão ser colocadas nos equipamentos apropriados, com a utilização do cinto de segurança. Se o veículo tiver “air bag” para o passageiro, é necessário que você o desligue, enquanto estiver transportando a criança.

Fonte: www.eusoulegalnotransito.com.br

Nenhum conteúdo para a página inicial foi criado ainda.